sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

AS REGIÕES DE CAMPO FORMOSO

Mapa: Regiões de Campo Formoso (divisão empírica)
Com o objetivo de facilitar a administração e o planejamento da gestão municipal o município de Campo Formoso foi dividido em regiões.

Essa divisão tem por base as características geoeconômicas e a formação histórico-econômica do município.

Sede do Município: a mais populosa e desenvolvida economicamente. Tem como base econômica o comércio, a mineração e atividades produtivas afins, ao lado da agropecuária.  
Região de Lages: A principal atividade produtiva é a agricultura do tipo familiar, com destaque para criação de caprinos. A região é contemplada com uma riqueza natural expressiva: muitas serras, com vários minérios e cavernas que constituem um sítio de grande valor científico mundial.

Região de Poços: A econômica baseia-se na agricultura, pecuária, prestação de serviços às empresas presentes na sede do município e nas áreas de exploração mineral. A região se encontra na Zona das grotas ou Serrana, onde havia uma abundante floresta estacional decidual, vegetação arbórea densa com árvores de grande porte, talvez um prolongamento da Mata Atlântica.

Região de Tuiutiba e Curral da Ponta: localiza-se numa área de grotas com um microclima peculiar, a grande umidade do clima local proporciona a produção de frutas como abacaxi, manga, abacate e banana. A vegetação é exuberante com árvores frondosas e muitas matas.

Região de Caraíbas: Caraíbas destaca-se pela sua grande ascensão econômica, isso se deve a intensa dedicação que seus moradores apresentam para atividades agropecuárias, comerciais e cooperativas.

Região de Tiquara: O processo produtivo baseia-se na agricultura familiar com a extração da fibra do sisal, da criação de caprinos, ovinos e o plantio de milho, feijão e mandioca. Destaca-se ainda o plantio de culturas irrigadas como o tomate.  A vegetação é a Caatinga do tipo arbustivo-arbórea.

Região de Araras: O clima é muito seco e a vegetação predominante é a caatinga. A economia se baseia na criação de caprinos e nas culturas de subsistência como o feijão e o milho.
Região do Salitre: A área está incluída na bacia de drenagem do rio Salitre, um rio intermitente que deságua no rio São Francisco. Nesta região ocorrem muitos conflitos devido ao uso intensivo da agricultura irrigada.
Região de Brejão da Caatinga e São Tomé: De clima semiárido, se encontra na Bacia do Rio Salitre. A principal atividade econômica é a agricultura. Na pecuária destaca-se a criação de gado bovino, caprino e ovino.


Nenhum comentário:

Postar um comentário